Blog da Saúde

Amigos imaginários

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 9 de agosto de 2012

           Nicholas (do Diário de Mãe) e seu amigo 

Se seu filho insiste em conversas imaginárias com alguém que você não vê, fique tranquilo. Não é alucinação nem mediunidade, apenas uma criança usando a imaginação. Uma pesquisa do Instituto da Educação em Londres revelou que 65% das crianças têm amigos imaginários.

A pesquisa demonstrou ainda que esses amigos invisíveis tornam as crianças mais confiantes e articuladas. Essa brincadeira pode começar aos 3 anos e são normais até os 7 ou 8 anos de idade, no máximo. Ultrapassado Publicidade esse período, observe a maturidade do seu filho e, se for o caso, procure um especialista.

O pediatra Marcelo Reibscheid explica que o importante nessa fase é deixar os filhos em paz e só participar da brincadeira se for convidado. “A criança sabe que o amigo é fruto da sua imaginação. Então, não adianta fingir que também está vendo, ok? Essa atitude pode deixá-la confusa. Dizer que aquilo é mentira ou besteira também é uma agressão. O melhor a fazer é agir com naturalidade”.

De acordo com o médico, essa pode ser a forma que as crianças encontram de entender como é ter um amigo de verdade. Por meio da brincadeira, elas tentam aprender sobre o mundo dos adultos e se colocar no lugar do outro.

Além disso, ao criar um amigo só para ela, a criança fica no controle da situação – poder que ela não tem em outras ocasiões. É nessa brincadeira que ela abre portas para dividir seus sentimentos de raiva, tristeza e angústia. Tudo muito saudável. Curta essa fase!

Fonte:

Be Sociable, Share!

Deixe seu comentário

(*)campos obrigatórios.

Produzido por Connexion Net

(c) 2010 - Blog da Saúde - Todos os direitos reservados