Blog da Saúde

Você sabia que, em alguns casos, o oxigênio pode funcionar como medicamento?

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 10 de junho de 2014

A Medicina Hiperbárica é a área da Medicina que estuda os efeitos da variação da pressão ambiental sobre as pessoas.

Em outras palavras, Dr. Roberto Bammann, do Hospital São Luiz Jabaquara explica no que consiste esta especialidade. “Quando mergulhamos no mar, nosso corpo sofre determinadas alterações. Essas alterações são, em parte, devidas ao aumento da pressão que o ambiente – neste caso, o oceano – exerce sobre os diferentes componentes gasosos que temos dissolvidos em nossa corrente sanguínea.”

Ou seja, a Medicina Hiperbárica estuda como esta mudança de pressão atua sobre o oxigênio contido no sangue e como esta variação pode ajudar na recuperação dos pacientes que sofrem de algumas doenças.

A oxigenoterapia hiperbárica

A oxigenoterapia hiperbárica consiste na inalação de oxigênio “puro” – sob pressão ambiental aumentada. Esta pressão pode corresponder a até 15 metros de profundidade no mar.

O procedimento ocorre dentro de equipamentos denominados “câmaras hiperbáricas”. Ele é realizado de acordo com normas de seguranças muito rígidas e com acompanhamento de médicos e enfermeiros altamente treinados e capacitados.

“Ao respirar oxigênio nessas condições, o paciente é capaz de aumentar a quantidade de oxigênio diluído na parte líquida do sangue, conhecida como plasma. Devido a este aumento, o oxigênio se espalha a uma distância até quatro vezes maior do que ocorreria se o indivíduo estivesse sob pressão atmosférica normal”, afirma Dr. Bammann.

O benefício para o paciente é que suas células de defesa voltam a funcionar de maneira correta, o que acelera o processo de recuperação.

Em concentrações elevadas, o oxigênio funciona como um medicamento e, por este motivo, precisa ter dosagem e indicações de uso bem estabelecidas.

Pacientes beneficiados

O especialista ainda alerta que o mais importante para todas essas condições é que o indivíduo seja avaliado pelo médico para determinar se a indicação está correta e a dose terapêutica adequada para cada caso.

Dentre as várias doenças que podem ser tratadas pela Medicina Hiperbárica e, desta maneira, beneficiar os pacientes, as mais frequentes são:

– Complicações de cirurgias como plásticas, ortopédicas e odontológicas;
– Complicações tardias de radioterapia;
– Feridas de membros inferiores com sinais de infecção ou demora de cicatrização;
– Feridas em pacientes diabéticos, também conhecidas como “pés diabéticos”;
– Infecções crônicas em ossos ou infecções necrosantes;
– Queimaduras e vasculites;
– Embolia arterial gasosa e doenças descompressivas (que acontecem principalmente em mergulhadores).

#HospitalSaoLuiz #SaoLuizJabaquara #MedicinaHiperbarica #oxigenoterapia

Jabaquara

Câmaras hiperbáricas do Hospital São Luiz Jabaquara

Jabaquara
Be Sociable, Share!

Deixe seu comentário

(*)campos obrigatórios.

Produzido por Connexion Net

(c) 2010 - Blog da Saúde - Todos os direitos reservados