Blog da Saúde

É possível seguir o aleitamento materno exclusivo após a licença-maternidade

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 4 de agosto de 2015

Mother breastfeeding a newborn baby skin-to-skin contact

Enfermeira da maternidade São Luiz ensina também os seis passos para a ordenha correta de leite materno

A amamentação exclusiva e a volta ao trabalho é o tema da Semana Mundial do Aleitamento Materno deste ano, que começou no dia 1º de agosto e vai até o dia 7. Para ajudar as mães que desejam seguir com a amamentação exclusiva após a licença-maternidade, Patrícia Scalon, consultora e enfermeira da equipe do Grupo de Apoio de Aleitamento Materno da Maternidade São Luiz Itaim, reforça a importância e benefícios do leite materno e ensina o passo a passo para a ordenha correta.

Por lei, até o 6º mês de vida do bebê, a mãe tem o direito de duas pausas (de 30 minutos cada) durante o experiente para realizar a ordenha. “A coleta de leite nas horas de trabalho é importante para mãe e filho. A criança segue com a amamentação exclusiva e a mulher evita o acúmulo de leite nas mamas. Além disso, quanto mais a mãe amamenta e/ou ordenha, mais leite produz”, explica Patrícia. Recomenda-se que a ordenha seja feita na hora da mamada.

A amamentação por mais tempo também evita o excesso de leite nas mamas (ingurgitamento mamário ou leite empedrado), que é desconfortável e favorece a instalação de microorganismos, podendo levar a uma mastite – inflamação nas mamas que causa febre, dor no corpo, mal estar e deixa o seio avermelhado. “A massagem manual com movimentos circulares nas mamas é uma alternativa para aliviar o desconforto. Para quadros de mastite recomendamos consultar um especialista, pois em alguns casos o tratamento é feito com antibióticos”, diz Patrícia.

Passo a passo para a ordenha correta

1º passo – Recipiente
– Escolha um frasco de vidro incolor com tampa plástica. O recipiente deve ser usado exclusivamente para armazenar o leite materno. Importante lavá-lo e esteriliza-lo corretamente para evitar o risco de contaminação.
– Lave o recipiente com água e sabão neutro e, em seguida, esterilize (deixe-o em água fervente por 15 minutos, contatos a partir do início da fervura). Não seque o recipiente com panos ou toalhas. Coloque encima de um pano limpo e deixe-o secar naturalmente.

2º passo – Preparação para a ordenha
– A mãe deve identificar o recipiente com o seu nome, data e hora da coleta;
– Escolha um local limpo e tranquilo para realizar a ordenha. Banheiros e cozinhas devem ser evitados. Algumas empresas possuem salas para amamentação;
– Retire anéis, pulseiras e relógios;
– Coloque uma touca ou um lenço no cabelo e uma máscara descartável ou pano de tecido limpo na boca;
– Lave as mãos até cotovelos com água e sabão e complemente com álcool gel;

3º passo – Ordenha
– A ordenha deve ser feita nas duas mamas. Geralmente o tempo de coleta é de 15 minutos para cada mama;
– Inicie massageando as mamas: faça movimentos circulares com a ponta dos dedos em toda a auréola (parte escura das mamas). Em seguida, continue massageando toda a mama com movimentos circulares;
– Coloque o polegar encima da linha em que acaba a auréola e os dedos indicador e médio abaixo dela;
– Firme os dedos e empurre para trás em direção ao tronco. Em seguida, com cuidado, aperte o polegar contra os outros dedos e espere o leite sair;
– Despreze os primeiros jatos ou gotas e inicie a coleta;
– Coloque o leite no recipiente até faltarem dois dedos para enchê-lo e feche bem;
– Além da ordenha manual (detalhada acima), também é possível coletar com a bomba elétrica;

4º passo- Como armazenar o leite materno
– O leite materno pode ser armazenado na geladeira ou no congelador;
– Validade: o leite materno tem duração de 12 horas se armazenado na geladeira ou 15 dias se estocado no congelador;

5º passo – Como transportar
– Caso a ordenha seja feita no local de trabalho, armazene o leite na geladeira e transporte-o em uma bolsa térmica com gelo para manter a temperatura durante o trajeto (o gelo descartável é uma opção);

6º passo – Hora de mamar
– Amorne o leite em banho-maria (água quente em fogo desligado). Evite micro-ondas ou água muito quente, pois poderá destruir os fatores de proteção do leite;
– Ofereça o leite em copinho, xícara ou colherinha;
– Mamadeiras não devem ser usadas, pois podem provocar o desmame precoce;

Para mais informações veja a Cartilha para Mãe Trabalhadora que Amamenta do Ministério da Saúde: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cartilha_mae_trabalhadora_amamenta.pdf

Você sabia?
O aplicativo “Bebê São Luiz” tem o ‪Hora de Mamar, um cronômetro para monitorar o tempo de amamentação de cada mama, registrando a data e o horário exatos.
O Bebê São Luiz é uma plataforma completa para iPad e iPhone que acompanha as gestantes desde o início da gravidez até o primeiro ano de vida do bebê. É gratuito e composto por diversos conteúdos sobre gravidez. Baixe o app gratuitamente pelo link: http://www.saoluiz.com.br/maternidade/mamaes_e_papais/bebesaoluiz.aspx

Be Sociable, Share!

Deixe seu comentário
You must be logged in to post a comment.
Produzido por Connexion Net

(c) 2010 - Blog da Saúde - Todos os direitos reservados