Blog da Saúde

Enjoos e náuseas podem indicar que o bebê será mais saudável

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 25 de agosto de 2014

Estudo realizado no Canadá revelou que os enjoos e as náuseas que as grávidas costumam sentir pela manhã podem ser um sinal de que o bebê será mais saudável e até mais inteligente.

Dra. Karina Zulli, ginecologista e obstetra do Hospital e Maternidade São Luiz Itaim, explicou à revista Crescer por que as náuseas ocorrem: http://scup.it/6d4s

#HospitalSaoLuiz #SaoLuizItaim #enjoos #nauseas

enjoos e nauseas gestacao saudavel crescer

Você sabe o que é a Síndrome do Ovário Policístico?

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 22 de agosto de 2014

A Síndrome do Ovário Policístico é uma doença de caráter metabólico em que vários eixos hormonais se alteram, como o da ovulação, dos hormônios masculinos e da insulina.

Dra. Fabiane Sabbag, ginecologista e obstetra do Hospital e Maternidade São Luiz Itaim, explica que estas mudanças causam alteração no ciclo menstrual, infertilidade, obesidade, acne e pelos em excesso.

O diagnóstico deve ser feito com os sintomas e sinais, juntamente com alterações hormonais detectadas em exame laboratorial e mudanças no aspecto característico dos ovários ao realizar o ultrassom.

A especialista afirma que o tratamento depende do objetivo da paciente: se ela quiser engravidar, são utilizados hormônios indutores da ovulação e medicações que controlam a insulina, como a metformina.

“Caso ela não queira ter filhos, o tratamento pode ser feito com pílulas anticoncepcionais específicas ou hormônios que regulem o ciclo como a progesterona ou que melhorem a acne e pelos, como a espironolactona e a ciproterona”, conclui Dra. Fabiane.

#HospitalSaoLuiz #SaoLuizItaim #ovariopolicistico

1113322_37433488 - mulher

Como identificar o Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH)

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 21 de agosto de 2014

game2

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é o distúrbio neurocomportamental mais recorrente na infância e na adolescência e, portanto, o mais estudado atualmente.

O médico responsável pela neuropediatria das unidades Morumbi e Anália Franco do Hospital São Luiz, Dr. Paulo Breinis, explica que o transtorno tem base genética, acomete cerca de 5,8% da população e é diagnosticado principalmente em crianças. É possível identificar o TDAH a partir dos cinco anos, mas a maioria dos casos é diagnosticada quando os pequenos têm entre sete e oito anos. Na infância, a doença acomete mais os meninos, mas na adolescência, a prevalência é de dois para um.

Quem sofre de TDAH pode ter a prevalência de dois tipos de sintomas (desatenção ou hiperatividade). O mais comum, porém, é que o paciente sofra de uma combinação dos dois tipos de sinais.

Segundo o especialista, são exemplos de sintomas de desatenção: descuido em atividades escolares, falta de atenção a detalhes, dificuldade em se concentrar, em seguir instruções e em organizar tarefas. O paciente também costuma perder objetos com frequência e se distrair facilmente por algum estímulo externo à tarefa que deveria executar.

Os jovens que sofrem de hiperatividade se mexem o tempo inteiro, andam em sala de aula, escalam objetos, não conseguem ficar sentados durante as refeições, dão respostas precipitadas, falam em demasia e têm dificuldade para aguardar sua vez em filas.

“É importante orientar os pais e os professores em relação ao transtorno, uma vez que ele é para a vida inteira e não tem cura. Principalmente nas classes mais baixas, o TDAH ainda é subdiagnosticado”, afirma o neuropediatra.

Caso percebam esses sintomas nos filhos, Dr. Paulo recomenda que os pais levem a criança ao médico. Os especialistas mais indicados para fazer o diagnóstico são o neuropediatra, o psiquiatra infantil.

O tratamento ideal é realizado por diversos profissionais e combina a terapia cognitiva comportamental ao uso de medicamentos, que agem sobre os neurotransmissores e aumentam o tempo de atenção e concentração do paciente. Os mais utilizados são Ritalina ou Cocerta – nomes comerciais do metilfenidato – ou Venvanse, nome comercial da lisdexanfetamina, esclarece.

“Apesar de haver muito preconceito contra essas drogas, é preciso entender que elas têm um ótimo efeito. Entre 70% a 80% dos pacientes que utilizam os medicamentos têm sucesso no tratamento. A cultura do brasileiro de tentar não medicar pode fazer com que a criança ou o adolescente sofra demais. Apesar do TDAH não ter nada a ver com a inteligência, o jovem pode repetir o ano, ser vítima de bullying dos colegas, ficar com a autoestima baixa porque sofrerá uma série de derrotas na escola.”

Ocorrência em adultos

Antigamente, a doença era diagnosticada apenas em crianças e adolescentes. Nos últimos anos, porém, os adultos também têm recebido o diagnóstico e é praticamente igual o número de mulheres e homens que sofrem do transtorno.

“Normalmente, eles apresentam sintomas de desatenção, uma vez que com a idade, o componente da exacerbação da hiperatividade reduz. Há estatísticas de que a persistência do transtorno em adultos chega a 50%”, conclui.

#HospitalSaoLuiz #TDAH #deficitdeatencao

O que é uma úlcera?

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 19 de agosto de 2014

A úlcera é uma ferida que pode ocorrer em várias partes do organismo. Porém, quando se fala nela, normalmente, as pessoas pensam na úlcera gástrica – também conhecida como úlcera péptica, que costuma ocorrer no estômago, no duodeno ou no esôfago.

Para digerir os alimentos, o estômago produz uma série de ácidos. Em situações normais, eles atuam apenas sobre os alimentos, mas em alguns casos, agem sobre o trato digestivo, ferindo a parede estomacal e do duodeno.

Dr. Alexandre Sakano, gastroenterologista do Hospital São Luiz Itaim, afirma que “existem pessoas que são mais suscetíveis às doenças do estômago e podem ter uma gastrite que evolui para úlcera se não tratada adequadamente. Entretanto, a maioria das pessoas que tem gastrite permanece com gastrites crônicas que vão e voltam, mas não evoluem nunca. Por outro lado, existem pessoas que nunca tiveram gastrite e sofrem com úlcera no estômago.”

A endoscopia é a melhor maneira de diagnosticar a úlcera. O exame é realizado com o paciente sedado e permite que o médico veja com detalhes a mucosa do estômago, realize biópsias quando necessário e diagnostique com precisão a doença e o grau de comprometimento.

#HospitalSaoLuiz #SaoLuizItaim #ulcera

118266_7462 - abdomen

Hospital São Luiz inaugura Centro de Excelência em Cirurgia Bariátrica e Metabólica multidisciplinar

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 14 de agosto de 2014

Inaugura_CEBariatric_menor

O Hospital e Maternidade São Luiz Itaim inaugurou ontem à noite o Centro de Excelência em Cirurgia Bariátrica e Metabólica.

O tratamento da obesidade é complexo e envolve uma série de questões, que extrapolam apenas o aspecto médico. Por este motivo, o espaço será o único da capital paulista a trabalhar com estrutura multidisciplinar, envolvendo desde psicólogos, cirurgiões, nutricionistas até preparadores físicos.

Para que o tratamento seja bem sucedido, é necessário que haja um acompanhamento pré e pós-operatório da cirurgia bariátrica e metabólica. O Centro funcionará como uma clínica, já que o paciente encontra no mesmo local todos os profissionais necessários neste processo. “O tratamento da obesidade extrema exige uma grande mudança de hábitos alimentares, de estilo de vida e adaptação à transformação física. Por isso nasceu a ideia de criar um Centro de Excelência que oferece acompanhamento médico completo”, diz Luiz Vicente Berti, cirurgião bariátrico do Hospital e Maternidade São Luiz Itaim.

Para garantir o conforto e bem-estar do paciente, o Centro também conta com uma infraestrutura específica. Além de um centro cirúrgico altamente tecnológico, a unidade Itaim oferece um andar exclusivo para o tratamento de obesos. São 13 apartamentos privativos com mobiliário customizado para atender as necessidades de cada paciente.

“O Centro de Excelência oferece diferentes tipos de procedimentos e cirurgias para combater a obesidade. Os tratamentos mais indicados são os minimamente invasivos, pois proporcionam menos riscos de complicação, menos dor e menor tempo de recuperação. Mas é importante reforçar que a escolha do tratamento é feita individualmente pelo médico e paciente, a partir das particularidades de cada caso”, explica Luiz Vicente Berti.

O espaço é certificado pela organização internacional Surgical Review Corporation (SRC), responsável pelos melhores locais de tratamento da obesidade mórbida no mundo.

Dr. José Jair de Arruda Pinto, diretor da unidade, recebeu os convidados, apresentou a equipe e agradeceu a presença de todos.

Mais informações:

Obesidade extrema: a obesidade é uma doença crônica caracterizada pelo excesso de gordura no organismo. A obesidade é considerada extrema quando um indivíduo atinge um índice de massa corpórea (IMC) igual ou superior a 35 kg/m². O percentual de brasileiros com obesidade mórbida e sobrepeso continua preocupante.

Atualmente, o excesso de peso atinge 95 milhões de pessoas no país e 1,9 bilhão no mundo, segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM). As projeções da Organização Mundial da Saúde (OMS) também merecem atenção. Estudo global da OMS estima que até 2015 existam 2,3 bilhões de pessoas com sobrepeso e 700 milhões de obesos.

Doenças associadas: a obesidade pode estar associada a um grande número de doenças metabólicas, como hipertensão, apneia do sono, colesterol alto, problemas articulares e diabetes e entre outras.

Tratamentos: os tratamentos para redução do peso incluem supervisão nutricional, programas de modificação comportamentais psiquiátricos, dietas, medicamentos para redução do apetite, uso do balão intragástrico e cirurgia bariátrica e metabólica.

#HospitalSaoLuiz #SaoLuizItaim #CentrodeExcelencia #CirurgiaBariatrica

Derrames pleurais em fetos

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 13 de agosto de 2014

A realização regular de exames pré-natais tem permitido o diagnóstico mais frequente de doenças nos fetos e, consequentemente, a ocorrência de procedimentos ainda durante a gravidez, as chamadas cirurgias fetais.

Dr. Javier Miguelez, médico responsável pela Medicina Fetal do Hospital São Luiz, esclarece que “o derrame pleural ou hidrotórax é uma condição de extravasamento de líquido no pulmão do bebê”.

A pleura consiste em uma membrana delicada que recobre o pulmão pelo lado de fora (pleura visceral) e a superfície interna da parede torácica (pleura parietal). Entre essas duas membranas – ou pleuras – existe uma camada bem fina de líquido. Em outras palavras, o derrame pleural é o acúmulo excessivo de líquido neste espaço. Este excesso leva a uma situação muito grave para o feto, uma vez que ocorre a compressão dos pulmões, que não se desenvolvem bem. Este problema pode causar insuficiência respiratória, uma das principais causas de morte neonatal.

A cirurgia, neste caso, consiste na drenagem do líquido da pleura para o líquido do útero da mãe. Dr. Javier explica que por meio da ultrassonografia, “os médicos usam uma espécie de cateter especial – chamado shunt para “escoar” o líquido. Uma das pontas fica no tórax do feto e a outra, no útero da mãe”. Esta drenagem reduz o líquido e permite que os pulmões voltem a se desenvolver normalmente.

Quando realizada no terceiro trimestre de gestação, as chances são de 80% a 90% de sucesso.

#HospitalSaoLuiz #cirurgiafetal

14-07-10_05_hipertensao_na_gravidez

Descubra o que é a tricomoníase

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 12 de agosto de 2014

Sorrindo =)

A tricomoníase é uma doença sexualmente transmissível (DST) causada pelo protozoário Trichomonas vaginalis.

Dra. Fabiane Sabbag Corrêa, ginecologista e obstetra do Hospital e Maternidade São Luiz Itaim, explica que ela acomete principalmente a vagina e se manifesta como um corrimento abundante, de cor amarelo esverdeado e com odor característico. Também pode ser acompanhada de dor em baixo ventre e irritação vulvar, além de incômodo durante a relação sexual.

A especialista afirma que o diagnóstico preciso da doença é feito através do exame bacterioscopia a fresco do corrimento ou cultura de secreção.

O tratamento pode ser realizado por via oral e por cremes vaginais que contenham a substância metronidazol ou derivados dele, chamados nitroimidazólicos.

#HospitalSaoLuiz #SaoLuizItaim #tricomoniase #DST

Você sabe como é feito o socorro em pista na Fórmula 1?

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 11 de agosto de 2014

Se você já assistiu a uma corrida de Fórmula 1 em que houve um acidente grave, deve ter notado a presença do Safety Car. Este veículo é utilizado em momento críticos e entra na pista para neutralizar a prova e garantir a segurança de todos os envolvidos. Todo o entorno é avaliado para que a intervenção de socorro em pista não provoque outros acidentes, envolvendo as equipes médicas de salvamento e os demais competidores.

Seguindo rigorosamente o protocolo de socorro definido pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo), somente após a entrada do Safety Car é que a equipe médica pode se deslocar até o veículo acidentado. No Grande Prêmio do Brasil, o São Luiz é o hospital oficial da Fórmula 1 desde 2002.

O transporte dos profissionais do São Luiz é feito no Medical Car ou no carro de intervenção médica, que é totalmente equipado para o primeiro atendimento. Ao chegar ao local, os médicos avaliam o quadro do piloto e, se necessário, acionam a equipe de extração para imobilizar e retirar o competidor do carro.

Apenas neste caso a ambulância entra na pista para levar o acidentado ao Centro Médico montado no autódromo de Interlagos. Neste espaço, o piloto passa pela avaliação de outros especialistas. Em caso de necessidade, ele é então transportado de helicóptero para as unidades de retaguarda: Morumbi, Itaim e Anália Franco, onde 22 médicos de dez especialidades estão de prontidão durante o final de semana.

A relação entre a Fórmula 1 e o atendimento nas unidades é uma via de mão dupla. A Rede D’Or São Luiz disponibiliza ao Grande Prêmio a mesma estrutura encontrada 365 dias do ano em suas unidades – equipes qualificadas, ambulâncias, medicamentos e equipamentos de última geração essenciais para todo tipo de emergência. Os médicos e os enfermeiros que atendem pilotos e equipes que trabalham na Fórmula 1 são os mesmos que atendem os pacientes nos outros dias do ano.

#HospitalSaoLuiz #F1 #GPBrasil

Simulado - Safety 1

Por que o colesterol em excesso é perigoso?

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 8 de agosto de 2014

Hoje é o Dia Nacional do Combate ao Colesterol. O cardiologista do Hospital e Maternidade Anália Franco, Dr. Marcelo Cantarelli, explica que colesterol é um álcool que se encontra diluído nas gorduras de origem animal, não existindo, portanto, nos vegetais. “Ele é muito importante para o nosso organismo, pois participa da formação da membrana das células, dos ácidos biliares, que são importantes para a digestão, e dos hormônios esteroides, entre eles os sexuais. Portanto, o colesterol é constantemente formado em nosso fígado e apenas 30% são provenientes da dieta”.

O colesterol é classificado de acordo com sua densidade: alta (HDL), baixa (LDL) ou muito baixa densidade (VLDL). O HDL é o que chamamos de “colesterol bom”, pois ele ajuda a retirar da circulação sanguínea o excesso de LDL – o “mau colesterol”.

Dr. Marcelo esclarece que “quando há excesso de colesterol LDL na circulação sanguínea, ele se deposita na parede das artérias, formando, através de um processo de inflamação e oxidação, a placa de ateroma. Essa placa funciona como uma sujeira que gruda na parede de um cano. Com o tempo, ela pode crescer e causar o entupimento, por exemplo, de artérias coronárias, resultando na angina ou no infarto agudo do miocárdio, ou o entupimento de artérias cerebrais, provocando o acidente vascular cerebral (AVC) ou derrame”.

O ideal é que o valor total do colesterol esteja abaixo de 200 mg/dl, o LDL abaixo de 130mg/dl e o HDL acima de 40mg/dl para homens e de 45mg/dl para mulheres. O cardiologista ressalta que nas pessoas com mais alto risco cardiovascular e naquelas que já possuem doença aterosclerótica ou tiveram algum evento prévio, como infarto ou AVC, os valores desejáveis de LDL deverão estar abaixo de 100mg/dl, idealmente em torno de 70mg/dl.

Para controlar os níveis de colesterol, o especialista afirma que a primeira etapa é manter uma alimentação saudável, pobre em gordura, sal e açúcares e rica em fibras (cereais, hortaliças, frutas e sementes), que ajudam na eliminação do colesterol. “Os peixes, principalmente os de água muito fria (como a truta e o salmão), óleos vegetais e azeites contém gordura saudável (insaturada) que favorece a redução do LDL e aumento do HDL. O vinho tinto e as frutas vermelhas contêm flavonoides e resveratrol, que são substâncias que ajudam a reduzir o colesterol.”

Além da dieta, a atividade física aeróbica regular é essencial, pois ajuda a reduzir os níveis de LDL e a elevar o HDL. “Os exercícios também ajudam na diminuição do peso, da pressão arterial e dos níveis de açúcar no sangue. Por este motivo, são essenciais aos obesos, hipertensos e diabéticos. Em alguns casos, o uso de medicamentos para controle do colesterol também é necessário”, conclui Dr. Marcelo.

#HospitalSaoLuiz #SaoLuizAnaliaFranco #colesterol #HDL #LDL

977589_19382642 - colesterol
Alimentos ricos em colesterol

Paternidade estimula habilidades exigidas pelo mercado de trabalho

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 8 de agosto de 2014

Não são apenas as mulheres que desenvolvem novas habilidades com a chegada de um bebê. A paternidade também é uma grande escola para os homens. “Ao cuidar da vida de um recém-nascido, eles são estimulados a desenvolver competências organizacionais e intuitivas similares às exigidas pelo mercado de trabalho”, diz Patrícia Bader Santos, psicóloga do Hospital e Maternidade São Luiz Itaim.

Gerenciar o tempo: ao administrar rotina do bebê, muitas vezes os pais colocam suas necessidades e vontades em segundo plano. Essa realidade estimula a organização, além de ser um bom exercício para aprender a conciliar e priorizar tarefas. Essas capacidades também são comuns no ambiente profissional, principalmente em cargos de gestão. Ao coordenar uma equipe, a atenção do líder é dividida entre suas obrigações e as dos funcionários.

Capacidade intuitiva: cuidar de um recém-nascido é um bom exercício para desenvolver a atenção e sensibilidade. “Uma vez que o bebê não fala, os pais precisam antever as suas necessidades e vontades, estimulando assim sua capacidade intuitiva e sensibilidade ao próximo”, explica Patrícia Bader Santos. Essas características também são importantes na rotina de gestores e diretores, já que devem estar atentos às demandas de sua equipe.

#HospitalSaoLuiz #SaoLuizItaim #paternidade #habilidades

sao_luiz_dia_pais_post_facebook_2014

Página 30 de 107« Primeira...1020...2829303132...405060...Última »
Produzido por Connexion Net

(c) 2010 - Blog da Saúde - Todos os direitos reservados