Blog da Saúde

Qual o melhor esporte para cada idade?

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 16 de agosto de 2012

Praticar esportes é uma atividade que só traz benefícios: além de melhorar a estrutura corporal e prover mais anticorpos ao organismo, várias atividades esportivas ajudam a desenvolver a forma como a pessoa se relaciona com os outros, tornando-a mais paciente, centrada e com espírito de equipe.

Diante de toda sessas vantagens, não é estranho que as crianças sejam incentivadas desde cedo a ingressar em alguma modalidade esportiva. Mas quando é o momento de iniciar os pequenos no esporte?

“Desde o nascimento o exercício pode ser estimulado. O que varia é a forma de realiza-lo, respeitando sempre a evolução neurológica”, explica o ortopedista infantil Fabiano Prata, complementando que a atividade física desenvolve principalmente o sistema músculo-esquelético e o neurológico como equilíbrio e coordenação.

O médico ainda ressalta que em cada faixa etária a criança apresenta diferentes capacidades que sofrem influência da evolução neurológica, por isso existem exercícios recomendados para cada um dos primeiros anos da criança de acordo com seu crescimento:

Do nascimento até o primeiro ano

A criança começa a movimentar e praticar atividades básicas como rolar, engatinhar e andar.

Do primeiro ao sexto ano

A criança já adquire domínio do próprio corpo e se entrega com empolgação a brincadeiras e outras atividades como andar de bicicleta, nadar de forma recreativa, dominar o meio ambiente (a famosa brincadeira de explorador).

 Dos 6 aos 12 anos

Já tendo praticado diversos esportes, a criança já sabe pelas quais sente mais prazer e pode se inscrever em uma atividade específica, como natação, futebol ou ginástica olímpica.

 Dos 12 aos 18 anos

Mesmo que de modo informal, o jovem já pode participar de competições esportivas, avaliando sua aptidão e desempenho em comparação com outros atletas.

Vale ressaltar que, de acordo com o ortopedista, é sempre favorável uma avaliação prévia, inclusive para prevenir lesões decorrentes de encurtamentos musculares, alterações dos eixos anatômicos da criança e descartar problemas ósseos e musculares.

Be Sociable, Share!

Deixe seu comentário

(*)campos obrigatórios.

Produzido por Connexion Net

(c) 2010 - Blog da Saúde - Todos os direitos reservados