Blog da Saúde

Saiba quais exames e procedimentos são realizados no Centro Especializado em Medicina Fetal

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 16 de Fevereiro de 2016

Você conhece o Centro Especializado em Medicina Fetal do Hospital São Luiz Itaim? O CEMEFE disponibiliza um espaço diferenciado e aconchegante para atendimento de suas pacientes e possui equipamentos de última geração (4D) e equipe altamente especializada.

Centro de Medicina Fetal_Sao Luiz Itaim_menor

A realização de diversos exames durante o pré-natal, em parceria com o laboratório Fleury como responsável técnico dos exames, tem o objetivo de estimar riscos, avaliar e tratar possíveis complicações da gravidez. O Obstetra também conta com uma assessoria médica para auxiliar no manejo e em cuidados específicos para diagnósticos de anomalias.

Exames:
– DNA fetal no sangue materno;
– Biomarcadores para pré-eclâmpsia;
– Sexagem fetal; RH fetal;
– Rastreament bioquímico ampliado;
– Ultrassom tranvaginal, ultrassom morfológico de primeiro, segundo e terceiro trimestres, ultrassom obstétrico, ultrassom tridimensional e em tempo real (4D), ultrassom com dopplerfluxometria, avaliação do colo para rastreamento de TPP, doppler das artérias uterinas;
– Cardotocografia digital
– Perfil biofísico fetal.

Procedimentos invasivos:
– Aconselhamento genético;
– Biópsia de vilo corial;
– Amniocentese;
– Cordocentese;
– Pesquisa de maturidade fetal.

Procedimentos terapêuticos:
– Punções de cistos e drenagem de cavidades;
– Transfusão intrauterina;
– Amnioinfusão;
– Colocação de shunt tóraco-amniótico ou uroamniótico;
– Cirurgia fetal percutânea.

Os atendimentos são agendados através da Central de Reservas: (11) 3040-1234. Mais informações: http://www.saoluiz.com.br/unidades/itaim/sobre_a_unidade/estrutura/cemefe.aspx

Síndrome do Transfusor Transfundido e a cirurgia fetal

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 13 de Maio de 2014

Atualmente, os bebês são monitorados praticamente desde o início de sua existência. Graças a estes cuidados, é possível analisar o desenvolvimento do feto de maneira aprofundada e, caso necessário, tratar uma possível doença fetal antes do nascimento.

Nos casos de doenças fetais, podem ser realizados procedimentos minimamente invasivos ainda durante a gravidez. São as chamadas cirurgias fetais endoscópicas. Essas intervenções são realizadas com delicados equipamentos de videoendoscopia e são guiadas por ultrassonografia.

Segundo o Dr. Javier Miguelez, médico responsável pela Medicina Fetal do Hospital São Luiz, “o Hospital realiza os principais procedimentos que existem na área de Medicina Fetal”.

Uma das doenças em que a cirurgia fetal é necessária é a Síndrome do Transfusor Transfundido. Ela ocorre quando o sangue não circula de forma igual entre gêmeos idênticos, que compartilham a mesma placenta, e costuma aparecer da 16ª à 24ª semana de gestação.

“Esta situação é muito grave e ocorre em 10% dos casos de gêmeos que dividem a mesma placenta. Se não tratada, a Síndrome leva ao óbito dos bebês na maioria dos casos”, explica o Dr. Javier.

Na cirurgia endoscópica a laser, o médico busca os vasos sanguíneos que comunicam um lado da placenta com o outro e os coagula. Deste modo, são “criadas” duas placentas e a distribuição de sangue fica mais equilibrada. Este procedimento transforma uma situação em que os bebês morreriam e, por este motivo, a necessidade de intervenção é praticamente inquestionável entre os médicos.

“Quando realizada, a cirurgia tem mais de 80% de chance de sucesso de pelo menos um dos bebês sobreviver”, completa o médico.

Continue acompanhando o nosso blog. Nas próximas semanas, postaremos outros tipos de cirurgias fetais.

 

#HospitalSaoLuiz #cirurgiafetal

grávidas

 

Produzido por Connexion Net

(c) 2010 - Blog da Saúde - Todos os direitos reservados