Blog da Saúde

Dia internacional da luta pela saúde de mulher

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 27 de maio de 2011

Amanhã, 28/05, é o Dia internacional da luta pela saúde da mulher. Um dos objetivos desta data é a conscientização sobre a importância de realizar exames preventivos.

 

O ginecologista e obstetra do Hospital São Luiz, Dr. Eduardo de Souza, dá dicas de exames preventivos para cada fase da vida.

 

20 anos – A partir dos 20 anos ou ao iniciar a vida sexual, é importante realizar anualmente o exame de papanicolau. Ele previne o câncer de colo uterino. Caso o resultado do exame seja negativo por três anos seguidos, a mulher pode fazê-lo de três em três anos.

 

35 a 40 anos – Após os 35 anos, é necessário que a mulher tenha maior cuidado com a mama. Nessa idade é indicada para a realização da primeira mamografia. Após os 40 anos, a recomendação é que este exame seja feito anualmente.

 

45 a 50 anos – Nessa fase, é indispensável o controle de glicemia para evitar a diabetes. Controles da pressão arterial e tiroide também são essenciais. O Dr. Eduardo de Souza salienta que apesar de serem mais comum em homens, as doenças cardiovasculares atingem as mulheres principalmente após a menopausa.

 

“Um fator interessante com relação a doenças cardiovasculares é que a incidência é menor em mulheres do que em homens até que ela entre na menopausa. Isso ocorre porque o hormônio feminino é um protetor do sistema cardiovascular”, afirma o especialista.

 

Terceira idade – Na terceira idade, o principal exame recomendado é a densitometria para controle da massa óssea. A maior preocupação neste momento relativo à saúde da mulher é a osteoporose.

Lord of the Dance em São Paulo

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 25 de maio de 2011

Considerado um dos maiores e mais premiados espetáculos de dança irlandesa, o Lord of the Dance vem ao Brasil entre os dias 25 e 29 de maio com o patrocínio do Hospital São Luiz.

 

O show foi criado em 1996 pelo dançarino americano e descendente de irlandeses Michael Flatley. Experientes bailarinos representam 21 cenas para contar uma clássica história do folclore da Irlanda: Uma viajem da entidade Little Spirit através do tempo, com o intuito de ajudar o Lord of the Dance a proteger seu povo da fúria e dos desafios de Don Dorcha, o Black Lord.

 

No palco, músicas dramáticas, figurinos exuberantes e coloridos, além dos efeitos de luz e pirotécnicos, criam um cenário mágico para a narrativa da luta do bem contra o mal.

 

Para se ter uma idéia do sucesso do espetáculo, Lord of the Dance atraiu, por meio da transmissão de TV, cerca de 1,3 bilhão de espectadores em 1997, quando se apresentou na cerimônia de entrega do Oscar. Já em Las Vegas, onde ficou em cartaz por cinco anos, o espetáculo foi prestigiado por mais de 2 milhões. Em Nova York, o Radio City Music Hall teve 13 dias consecutivos de espetáculos com casas totalmente cheias; em Londres, foram 21 shows consecutivos com lotação máxima na Wembley Arena.

 

Este não é o único projeto incentivado pelo São Luiz atualmente. O hospital também patrocina o MASP, que terá uma exposição em homenagem ao Dr. Claudio Basbaum que mostrará a “História da Videolaparoscopia no Brasil”. O São Luiz também patrocina espetáculos de dança no Teatro Alfa.

 

Para mais detalhes do Lord of the Dance no Brasil, acesse o site da Via Funchal, local da apresentação.

10 dicas para cuidar da saúde durante congestionamento

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 20 de maio de 2011

Os congestionamentos das grandes cidades se tornaram tão comuns e inevitáveis que os problemas de saúde desencadeados muitas vezes passam despercebidos. O tempo ideal para permanecer no veículo é, no máximo, 50 minutos. Excedendo esse limite, os principais déficits para o organismo estão relacionados aos músculos e aos ossos.

 

Além disso, dirigir diariamente no trânsito lento provoca dores crônicas na coluna e nas articulações, piora varizes e agrava os efeitos do sedentarismo. Segundo dados da CET, São Paulo registrou recorde de 163 km de lentidão em 2010, o que leva os motoristas a passar muito mais tempo no volante do que o recomendado.

 

Como nem sempre é possível sair do carro para se alongar, o ortopedista do Hospital São Luiz, dr. Douglas Rocha Russo, sugere 10 medidas que você pode tomar antes de dirigir e durante o congestionamento.

 

Antes de dirigir

 

  • Usar uma pequena almofada para apoiar a coluna lombar, se o encosto do carro não tiver regulagem para essa parte do corpo.
  • Evitar deixar a cabeça muito abaixada e muito para trás.
  • Segurar o volante com os braços levemente flexionados. Relaxar os ombros. Assim, a musculatura do pescoço não fica tensionada.
  • Apoiar os calcanhares no assoalho do veículo, para evitar sobrecarga da coluna lombar. Pela mesma razão, os joelhos devem estar no nível dos quadris ou acima.
  • Ajustar o banco de modo que, mesmo quando estiver pressionando os pedais, os joelhos continuem um pouco flexionados.

 

Quando o trânsito estiver parado

 

  • Esticar e flexionar os pés e os tornozelos, para melhorar a circulação.
  • Puxar o joelho em direção ao tórax, ao lado do volante. Mexer a musculatura da batata da perna, das coxas e do quadril. Isso já aumentar o bem-estar.
  • Elevar os braços, colocá-los por trás da cabeça, alongar ombros e cotovelos, flexionar os punhos.
  • Para alongar a musculatura que sustenta vértebras, projetar-se para frente, abraçando o volante.
  • Para diminuir dores no pescoço, empurrar a cabeça para a direita e a esquerda.

Dia mundial do combate a hepatite

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 18 de maio de 2011

O dia 19 de maio é considerado o dia mundial do combate a hepatite. Para se ter uma ideia da abrangência da hepatite entre a população mundial, dados da OMC (Organização Mundial da Saúde) mostram que 200 milhões de pessoas estão infectados com a hepatite do tipo C.

 

De forma genérica, a hepatite é uma doença que pode ser caracterizada como toda espécie de inflamação no fígado – órgão que funciona como um filtro do organismo. Seu diagnóstico pode ser reconhecido e tratado previamente por meio de uma alteração laboratorial, ou em estado já avançado, como uma hepatite fulminante, com a possibilidade de levar o paciente à morte em pouco tempo.

 

É importante conhecer os diferentes tipos da doença e saber como preveni-la. Abaixo, veja as características dos cinco tipos de hepatite:

 

Hepatite A – Sua forma de transmissão é por meio da ingestão de alimentos ou água contaminados. O tratamento por medicamentos é rápido, e sua cura atinge quase a totalidade dos casos.
Hepatite B – Pode ser transmitida por contato sexual, transfusão de sangue, via placento-fetal e compartilhamento de seringas e agulhas. O quadro clínico pode evoluir e se tornar crônico.
Hepatite C – Pode ser adquirida por meio de transfusão de sangue, mas muitas de suas causas ainda são desconhecidas. Esse tipo da doença pode evoluir e desencadear um câncer no fígado
Hepatite D – Manifesta-se em pessoas que são portadoras da hepatite B. O paciente tem maiores chances de desenvolver a forma aguda da doença e precisar de transplante de fígado.
Hepatite E – Assim como a hepatite A, é do tipo não crônico e se manifesta, principalmente em regiões com saneamento básico precário, influenciado pela contaminação da água e alimentos. A transmissão entre pessoas é rara.

 

Para evitar o contágio, é necessário tomar algumas precauções. Além de receber a vacina contra a doença, é importante ingerir apenas água tratada e alimentos higienizados, evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, praticar sexo somente com proteção e não ingerir medicamentos sem orienção médica.

 

Os principais sintomas da hepatite são:

  • Pele amarelada (icterícia);
  • Febre;
  • Enjoos;
  • Urina escura;
  • Fezes claras.

Quando e como usar a mamadeira?

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 16 de maio de 2011

O site do Estado de S.Paulo publicou uma notícia sobre um estudo feito em uma universidade americana sobre obesidade infantil por conta do uso de mamadeira durante um período prolongado.

 

Segundo o estudo, a principal razão está nos pais que dão a mamadeira para a criança com o objetivo de acalmá-la e conter choros e manhas. Contudo, os pais não levam em conta o consumo calórico aceitável em na dieta diária da criança.

 

Os pesquisadores comprovaram que 22,3% dos bebês analisados recebem de forma prolongada a mamadeira. Eles consideraram “uso prolongado” quando a mamadeira era a única forma de ingestão de líquidos, ou quando a criança mantinha o costume de dormir com ela.

 

Entre os bebês que abandonaram a mamadeira antes dos dois anos, 16,1% foram consideradas obesas. Já no grupo de crianças que mamavam após essa idade, o percentual pulou para 22,9%.

 

A nutricionista do Hospital São Luiz, Dra. Alexandra Savani, comentou o uso da mamadeira. “O problema é o conteúdo, que pode ter grande quantidade de açúcar e até alguns tipos de farinha para engrossar o leite. Ela pode ser substituída sem nenhum problema pelo leite no copo”.

 

Abaixo, veja algumas dicas de uma dieta ideal para as crianças:

  • Até seis meses: o bebê deve ser alimentado exclusivamente por meio da amamentação
  • De seis meses a dois anos: a partir dos seis meses, frutas amassadas e papinhas de legumes e verduras podem ser introduzidas. Se possível, a amamentação não deve ser interrompida. Gradativamente, devem ser introduzidos alimentos sólidos como cereais e carnes
  • A partir dos dois anos: a criança já tem capacidade física para consumir todos os grupos alimentares e também pode beber o leite no copo.
  • No caso das crianças que não puderam ser amamentadas, a transição da mamadeira para o copo deve ser feita, no máximo, quando ela completar um ano.
  • A transição deve ser gradativa. Neste momento, podem ser usados os copinhos com bico.
  • Em seguida, deve ser introduzido o copo comum de plástico, com borda grossa.
  • Usar copos coloridos e que tenham temas infantis é uma forma de ajudar a criança a encarar melhor a despedida da mamadeira

Fonte: Estadão.com

Qual a opção mais moderna no tratamento da próstata?

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 11 de maio de 2011

Confira mais um episódio dos mini-programas do Hospital São Luiz, veiculados no canal de TV fechada Discovery Home & Health. O urologista Dr. Marcelo Travassos fala sobre o uso do laser verde no tratamento de hiperplasia benigna da próstata.

 

Fotos – Eu Nasci no São Luiz

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 9 de maio de 2011

Veja abaixo as fotos enviadas pelos internautas no Twitter em comemoração ao Dia das Mães!

 

@alicino: Felicidade do papai e da mamãe. Lucas 2 meses.


 

@Patti_Amorim: Nasceu dia 01.09.10, mais um gaviãozinho.


 

@TachiReis: Hj tenho 24 anos mas #eunascinosaoluiz dia 16/09/86


 

@fkountakis: Meu bebê também nasceu no Hospital São Luiz em 26.03.2009


 

@Debbyaguiar: meu amor de 03 anos e minha cereja de 1ano e 6


 

Parabéns a todas as mamães!

Grupo de Apoio ao Aleitamento Materno (GAAM)

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 6 de maio de 2011

Criado em 1996, o Grupo de Apoio ao Aleitamento Materno (GAAM) tem como missão incentivar ao máximo a amamentação ainda na fase de internação das mães.

 

O grupo também auxilia as dúvidas das novas mães, respondendo perguntas como:

– Será que o leite materno é suficiente para alimentá-lo?
– Como segurar o bebê?
– Como amamentar corretamente?

 

Todas as mamães que estiverem internadas na Maternidade São Luiz assistem ao curso com dicas do GAAM através do circuito interno de televisão, o Canal São Luiz.

 

Para a amamentação de bebês de alto risco, a maternidade criou a Central de Lactação, onde é possível retirar o leite em salas apropriadas. O berçário também tem um espaço de apoio, para dar mais conforto às mães de prematuros.

 

O São Luiz também disponibiliza o Disque Bebê, para tirar dúvidas sobre os cuidados com seu filho ou agendar uma consulta sobre aleitamento materno.

 

Telefones:
Itaim: (11) 3040-1649
Anália Franco: (11) 3386-1330

Ouvido biônico pode reverter surdez

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 4 de maio de 2011

O implante coclear, conhecido popularmente como ouvido biônico, é o implante de um aparelho eletrônico na cóclea – órgão responsável pelo recebimento do estímulo auditivo e pela transmissão dessa informação por um nervo.

 

Segundo o otorrinolaringologista do São Luiz, Dr. Arthur Castilho, a cirurgia é feita em casos de surdez severa, tanto em bebês quanto em adultos. Por isso, crianças que não estão na idade de aprender a falar e adultos que perderam a audição há pouco tempo são os perfis com maior taxa de recuperação após a cirurgia.

 

Nos recém-nascidos, o teste da orelhinha é essencial para identificar o problema em situações precoces. Esse procedimento é realizado ainda na maternidade e também tem a função de estimular a memória auditiva.

 

De acordo com Dr. Arthur Castilho, os primeiros sons podem soar metálicos, mas essa impressão é normal em pacientes que já ouviram um dia e podem comparar os dois tipos de som. Contudo, conforme o avanço após a cirurgia, o paciente, cada vez menos, percebe a diferença entre as duas formas de ouvir.

Eu Nasci no São Luiz!

» -------------------------------------------------------------------------------------------------------------

postado em 2 de maio de 2011

Para comemorar o Dia das Mães de um modo diferente, o Hospital e Maternidade São Luiz precisa da ajuda de todas as mamães.

 

Se o seu filho ou filha nasceu no São Luiz, poste uma foto no Twitter com a hashtag #eunascinosaoluiz. Todas as postagens receberão nosso RT!

 

Você também pode acompanhar durante essa semana no @hospsaoluiz e aqui no Blog da Saúde informações interessantes sobre nossa maternidade e dicas para as futuras mamães.

 

Participe e acompanhe!

Página 104 de 107« Primeira...102030...102103104105106...Última »
Produzido por Connexion Net

(c) 2010 - Blog da Saúde - Todos os direitos reservados